COPYWRITER 10X
Como Criar uma COPY 10x Mais Rápido com o DOBRO ou TRIPLO de Conversão
Descubra Como Destravar a Sua COPY e o seu LUCRO

De: Natanael Oliveira 
São Caetano do Sul - São Paulo 

2:25 am 

Caro leitor, 

Antes de continuar essa leitura, a minha sugestão é que você assista ao vídeo logo acima. As informações são complementares e isso vai te ajudar a destravar sua copy ainda mais rápido. 

Escrever é uma das coisas mais difíceis que existe

Eu não sei como foi na sua infância na escola mas o meu passado me condena, e não é pouco. 

Foram praticamente todas as séries ficando de recuperação e em alguns casos (não sei se tinha isso na sua escola) recuperação da recuperação. 

Raramente eu ficava de férias no final do ano e sempre voltava para a escola depois do ano novo para fazer provas de recuperação. Era complicado. 

Na Oitava série eu reprovei em 3 matérias. Foi traumático. Mas eu descobri que existia uma tal de "dependência", ou seja, eu podia fazer duas séries ao mesmo tempo. 

Se eu não conseguia passar em uma só, imagine em duas. Mas como eu acredito em milagres, eu consegui passar. Aos trancos e barrancos eu consegui terminar o ensino médio

Quando chegou a hora de fazer o vestibular eu nem quis tentar uma faculdade pública. Como eu já estava ganhando algum dinheiro, na época como Dj, fiz vestibular para uma faculdade particular. 

Eu sempre escutava aquela história que: Pagou. Passou

Acredite se quiser, eu NÃO passei. rsrs. Fiquei nos classificáveis, ou seja, se umas 20 pessoas desistissem, a vaga era minha. Foi assim que eu entrei na faculdade. 

Quando cheguei na faculdade, eu decidi que eu não poderia continuar com aqueles resultados sofríveis e foi no primeiro semestre que eu decidi que eu iria mudar aquela realidade. 

Encurtando a história. Durante os quatro anos de faculdade eu não reprovei NENHUMA cadeira, sempre com notas muito acima da média e me formei com chave de ouro recebendo um 10 na minha monografia. (Palmas para mim). rsrsrs. 

Mas aconteceram DUAS coisas na faculdade que mudaram a minha vida pessoal e profissional. 

A primeira foi que eu conheci a Iaponira no primeiro semestre. No segundo semestre começamos a namorar e lá pelo quinto semestre pedi a Iaponira em casamento. 

O combinado era: Depois da formatura, casamos. 

Agora eu precisava de dinheiro. 

A segunda coisa foi que um dos meus professores um belo dia me deu o seguinte conselho: Aprenda a ESCREVER e você nunca vai ficar sem trabalho no mundo da publicidade. 
A Habilidade Mais Importante de Todas e Que Quase Ninguém Domina de Verdade
O nome desse professor era Júlio César. Eu estava conversando com ele sobre as minhas metas. Eu dizia que queria ser um diretor de artes. 

- Ele olhou pra mim e falou. Você é nível A? 
- Eu falei. Acho que não, mas estou praticando. 

Foi quando ele me aconselhou. Se você aprender a escrever, você será algo raro no mercado, você que vai escolher onde trabalhar. 

Ele estava me aconselhando a estudar Redação Publicitária. Eu acabei não seguindo o conselho dele e me aventurei pelo mundo das vendas e nunca mais procurei emprego em agência. 

Mas aquilo que ele me falou eu registrei. Foi quando em 2013, depois que eu decidi lançar o meu primeiro produto, eu sentei para escrever a minha carta de vendas. 

Eu passei literalmente horas para escrever 3 linhas. Simplesmente eu não conseguia destravar aquela Copy. A sensação de frustração era inquietante

Eu rasgava uma folha atrás da outra. Quando tentava digitar algo no computador, rapidamente deletava. Foi uma experiência terrível. 

Eu cheguei a pensar: Eu NUNCA vou conseguir escrever uma carta de vendas. 

Foi quando eu comecei a tentar "modelar" outras cartas de vendas e o resultado era simplesmente horrível. 

Eu continuei procurando alguns modelos e encontrei um que eu gostei bastante. Fui modelando e gravei a primeira versão. Quando eu dei o play e comecei a ouvir, eu senti vergonha alheia. 

Não sei como isso é possível. Mas eu senti vergonha alheia do meu próprio vídeo de vendas. 

Eu JAMAIS conseguiria imaginar que um dia eu iria conseguir transformar os meus textos em dinheiro, muito menos escrevendo 10x mais rápido e com muito mais qualidade. 

O que eu vou compartilhar com você foi a JORNADA que eu segui, quais as partes que eu me concentrei em estudar e principalmente quais os PROCESSOS que eu criei. 

Preste muita atenção no que eu vou te falar agora: Todo mundo fala que a COPY é a parte mais importante. Eu concordo. Apesar que uma COPY sem uma boa estratégia de campanha não faz milagres. 

Mas ao mesmo tempo, a maioria das pessoas reconhece que a sua maior dificuldade é na copy.  

E então vem a pergunta de 1 milhão: Qual a melhor maneira de DESTRAVAR na Copy? 


90% da COPY é criada ANTES
de você digitar a primeira palavra
A PIOR coisa que você pode fazer é tentar escrever uma COPY sem antes seguir alguns processos básicos. 

É praticamente impossível conseguir escrever uma BOA copy sem ANTES fazer isso que eu vou te explicar agora. 

POR FAVOR, não fique se maltratando. Faça esses passos antes de escrever qualquer texto e você será 10x mais produtivo

Eu vejo o Copywriter como um COMPOSITOR. Pense agora na imagem de um compositor, não importa qual o estilo musical. 

A primeira coisa que um compositor faz quando vai escrever uma música é saber QUAL O ESTILO da música ele irá criar. É a letra de uma música de forró? Sertanejo universitário, Samba? 

Em outras palavras, você precisa saber qual o ESTILO  da COPY você irá criar. Preste muita atenção no que eu estou te explicando. 

Eu não estou falando do OBJETIVO da COPY, estou falando do ESTILO. 

Será uma COPY direta? Ou será uma Copy indireta? 
Você vai começar com uma história? ou você irá começar com uma promessa? 

(No vídeo lá no começo dessa página eu falo mais sobre os tipos de segmentação)

A SEGUNDA coisa que você precisa responder é: Qual o NÍVEL de reconhecimento do público para o problema que você vai apresentar uma solução? 

Em outras palavras, as pessoas já reconhecem que tem aquele problema? Ou você vai precisar despertar a consciência das pessoas? 

Antes de começar a escrever você precisa ter as "caixinhas" que você irá preencher. 

Como um diretor que desenha a narrativa de um filme, o Copywriter precisa pensar na SEQUÊNCIA das informações. 

As pessoas se preocupam MUITO com as palavras quando o que realmente importa são as GRANDES IDEIAS que a sua copy irá apresentar, isto é, quais os ganchos você irá reforçar. 
Preste muita atenção no começo dessa carta de vendas acima. 

Eu começo com a promessa: O Segredo para transformar Páginas no Word em Branco em Dinheiro na Sua Conta Bancária... nos próximos 30 dias ou menos. 

Tudo o que eu escrevo depois é puramente um REFORÇO para a Headline. 

Você está prestes a aprender como criar e vender e-books de R$7 à R$19,90 e literalmente transformar uma página em branco em dinheiro vivo. 

Depois de colocar as suas mãos nesse método, dificilmente você irá perder tempo escrevendo artigos com "2.000 ou 4.000 palavras". 

Você terá uma COMPLETA mudança de mentalidade sobre produção de conteúdo online. Depois de realizar os seus primeiros R$1.000 em vendas, provavelmente o seu sentimento será: Eu literalmente CRIEI esse dinheiro com as minhas mãos.

Existe um padrão no texto que se repete durante toda a carta de vendas. 

Promessa 
Reforço da Promessa 

Eu vou te mostrar outro exemplo desse padrão. 
Observe que o padrão se repete. 

Os bullets servem para reforçar a mensagem anterior. Eu falo que é um treinamento muito prático e objetivo com uma meta muito clara [Promessa]. 

Na sequência eu falo. 

Resumindo...

E então começo a destacar vários pontos específicos. No fechamento do parágrafo eu repito: Você consegue imaginar o seu e-book pronto em 30 dias? 

O TEMPO todo eu sigo um padrão que linguagem que faz uma promessa específica, detalhada um pouco mais a promessa e repete ela no final. 

Se você prestar atenção nesse texto que você está lendo, eu faço isso o TEMPO todo. Por que? 

Simplesmente porque é difícil para a nossa mente ignorar palavras como: 

Em outras palavras... 
Isso significa que...
Resumindo... 
O que você precisa entender é... 

Todas essas palavras geram um RESET na nossa atenção. 

Imagine uma palestra que você está assistindo e o palestra então diz: Bom, mas o resumo de tudo o que eu falei até agora é.... Automaticamente a nossa mente volta a atenção ao máximo. 

Em uma carta de vendas você precisa ter vários momentos de "o resumo de tudo é". Você pode fazer isso através de alguns recursos como: 

Pense um pouco sobre isso...
Ou você faz X ou Y acontece...
A verdade é que... 

Mas cada um desses recursos pertence a uma parte específica da carta de vendas. Dá uma olhada nessa imagem logo abaixo. 

Esse é um modelo de referência para uma Copy que começa com uma história. 
Primeiro você aprende a estrutura da COPY e depois você aprende como escrever cada uma das "caixinhas". 

Hoje eu já sei boa parte das estruturas de cabeça, mas no começo eu ficava olhando uma carta de vendas antiga, para escrever uma nova. 

Parágrafo por parágrafo. Sub-headline por Sub-headline. 

Ah! Agora eu tenho que falar disso. Ok. E assim eu ia criando novas cartas de vendas, com estilos diferentes e metas diferentes. 
O Maior Ladrão de TEMPO e LUCRO de uma COPY é o erro na Organização da Mensagem
Quando eu recebo uma carta de vendas para dar feedback, a PRIMEIRA coisa que eu faço é olhar a estrutura da Copy. 

Como as informações estão organizadas e quanto foi dedicado para cada etapa. É muito comum algumas pessoas escrevem 4 linhas sobre o problema, quando deveria ter no mínimo 10 linhas, por exemplo. (Isso muda de produto para produto, mercado para mercado). 

Quando você entende que existe uma ESTRUTURA certa e um TAMANHO ideal para cada uma das etapas, ANTES de escrever qualquer coisa a Copy começa a ser montada com muito mais facilidade. 

No vídeo acima você pode ver as semelhanças entre a minha COPY e os modelos que eu apresento. A razão é simples, eu vou construindo os meus processos com base na leitura de centenas (talvez chegando na casa das milhares) de cartas de vendas que eu leio e estudo há vários anos. 

TODOS os dias eu leio cartas de vendas (sendo a grande maioria de fora). Eu tenho alguns acervos de referência que quando eu preciso eu vou lá e pego. 

Mas a verdade é que hoje eu já tenho memorizado uma série de modelos de títulos, abertura de copy, oferta, ganchos, escassez, etc e etc... 

E é exatamente assim que você começa a escrever mais rápido, com mais qualidade e mais lucro. O seu repertório começa a ficar maior. 

Mas muito cuidado com as cartas que você vai escolher pra ler. Talvez você estude cartas que foram um verdadeiro fracasso. 

Foi por isso que eu criei o hábito de pegar as minhas cartas de vendas que mais vendem e eu começo a estudar quais os elementos semelhantes entre as minhas cartas lucrativas e aquelas que não foram tão boas assim. 

Hoje eu escrevo uma carta sabendo exatamente os elementos que mais funcionam e aqueles que não funcionam tão bem. 

Com o passar do tempo você começa a entender os padrões, as sequências que mais funcionam. Mas esse é uma assunto que eu vou continuar na próxima lição. 

Eu vou falar sobre os elementos OBRIGATÓRIOS em todas as cartas de vendas e também vou falar de uma estrutura padrão que você pode começar a usar imediatamente para escrever cartas de vendas que realmente irão gerar lucro para você. 

Se você curtiu a ideia dessa série, gostou do vídeo e está aproveitando o conteúdo, deixe o seu comentário abaixo para participar da conversa. 


Participe da série deixando
o seu comentário logo abaixo
FB Comments Will Be Here (placeholder)
Terms & Conditions | Privacy Policy
Copyright © 2014. All Rights Reserved.